finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Acordo beneficia passageiro que pagou BRA com cartão

Passageiros da BRA que compraram bilhetes com cartão de crédito e ainda não viajaram poderão pedir o cancelamento da compra e o estorno da cobrança diretamente à administradora do cartão. O pagamento será automaticamente suspenso. O acordo foi fechado hoje à noite entre a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito (ABECS), a Febraban e o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, em uma reunião em Brasília. A medida começa a valer a partir da segunda-feira, segundo informou a assessoria do DPDC.Caso o passageiro já tenha pago a fatura do cartão, sem ter conseguido voar, no entanto, a coisa será mais complicada. A Mastercard informou que vai fazer a devolução depois de analisar o processo - independentemente do crédito ter sido realizado ou não pela BRA. É uma garantia ao consumidor. Já a American Express condiciona o reembolso à análise "caso a caso", depois de consultada a BRA. O representante da bandeira Visa não conseguiu chegar a tempo para a reunião, mas, segundo o DPDC, a empresa se comprometeu a acatar o acordo fechado pela ABECS.

Agencia Estado

09 de novembro de 2007 | 21h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.