carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Acordo com Brasil sobre Itaipu chega ao Congresso paraguaio

Documento estabelece que País outorga maiores benefícios para o Paraguai sobre a usina hidrelétrica

Efe,

01 de outubro de 2009 | 14h18

O Congresso paraguaio recebeu nesta quinta-feira, 1, para votação o acordo assinado com o Brasil que outorga maiores benefícios para o Paraguai sobre a usina hidrelétrica binacional de Itaipu.

 

O documento, que foi assinado em julho pelos presidentes Fernando Lugo e Luiz Inácio Lula da Silva, foi entregue pelo ministro das Relações Exteriores paraguaio, Héctor Lacognata, ao presidente do Congresso, o senador Miguel Carrizosa.

 

Lacognata afirmou aos jornalistas que na próxima semana o acordo chegará ao Congresso do Brasil e se mostrou confiante de que será aprovado nos dois países.

 

Nesse sentido, o chanceler lembrou que o presidente do Senado, José Sarney, tinha manifestado a predisposição dos legisladores para analisar com rapidez o documento.

 

Lugo e Lula assinaram no dia 25 de julho em Assunção o acordo pelo qual se triplica o valor das compensações recebidas pelo Paraguai pela cessão do excedente de sua parte da energia gerada por Itaipu, a maior usina hidrelétrica do mundo em funcionamento.

 

Em virtude do acordo, o Paraguai passará a receber US$ 360 milhões anuais, em comparação com os atuais US$ 120 milhões.

 

O acordo estabelece, além disso, a possibilidade de o Paraguai comercializar seu excedente diretamente no sistema brasileiro ou em outros países, entre outras determinações.

Tudo o que sabemos sobre:
BrasilParaguaiItaipu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.