carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Acordo comercial enfrenta alto risco de fracasso--UE

O esforço de seis anos para umacordo comercial global enfrenta um alto risco de fracasso,afirmou nesta sexta-feira o comissário de comércio da UniãoEuropéia, Peter Mandelson, aumentando a pressão sobre osnegociadores antes de uma reunião esperada para as próximassemanas. "Agora eu temo que Doha esteja enfrentando um grande riscode fracasso --o primeiro fracasso em uma rodada sobre comérciomultilateral", disse ele em um discurso durante encontro deministros de Comércio de alguns dos países mais pobres domundo, realizado em Lesoto, na África. "Estamos com uma janela final para esse acordo". A Rodada de Doha da Organização Mundial de Comércio foilançada em 2001 para impulsionar a economia global e ajudar ospaíses pobres reduzindo as barreiras para suas exportações. Mas as negociações enfrentaram crise após crise, com asdiscussões entre os países ricos e pobres sobre quem deveriafazer o que. A mudança de presidente dos Estados Unidos no ano que vempode atrasar as negociações por vários anos ou ainda causar oseu colapso, disseram autoridades comerciais. A expectativa é de que a OMC convoque uma reunião entre asprincipais autoridades de comércio em março ou abril parapressionar por um avanço na rodada. Mandelson disse que a UE fez uma oferta generosa sobre aremoção de barreiras de seus mercados agrícolas. Agora os EUAtêm que acompanhar com reduções aos subsídios agrícolas,enquanto grandes países em desenvolvimento -- como Brasil eChina, precisam abrir seus mercados de bens industriais eserviços. Um acordo na OMC daria à economia global um novo impulso deconfiança e garantias contra o protecionismo, mas o fracassoenviaria "o pior sinal possível... quando buscamos soluçõesglobais sobre mudança climática e fluxos financeiros". (Por William Schomberg)

REUTERS

29 de fevereiro de 2008 | 11h48

Tudo o que sabemos sobre:
DOHAMANDELSONRISCO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.