Estadão
Estadão

Acordo da Petrobrás para encerrar ação coletiva nos EUA é aprovado

Em janeiro, a estatal anunciou acordo no valor de US$ 2,95 bilhões para encerrar a class action

Luana Pavani, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2018 | 10h43

O acordo para encerrar a ação coletiva de investidores da Petrobrás nos Estados Unidos, a Class action, foi aprovado na última sexta-feira. Em fato relevante, a empresa afirma que a aprovação ocorreu de forma definitiva pela Corte Federal de primeira instância em Nova York.

+ Petros sofre nova derrota na Justiça em caso de equacionamento

A decisão é em primeira instância, de modo que pode ser objeto de recurso à Corte de Apelações do Segundo Circuito, como informa a Petrobrás.

"O acordo não constitui admissão de culpa ou de prática de atos irregulares pela Petrobrás, reconhecida pelas autoridades brasileiras como vítima dos fatos revelados pela Operação Lava Jato", diz na nota.

+ Interferência do governo atrapalha venda de refinarias

Em janeiro, a Petrobrás anunciou acordo no valor de US$ 2,95 bilhões para encerrar a class action. A provisão para o acordo teve impacto na alavancagem da empresa no primeiro trimestre deste ano. A relação entre dívida líquida e Ebitda ajustado atingiu 3,52 vezes em março, ante 3,24 vezes ao término do primeiro trimestre de 2017 e 3,67 vezes em dezembro.

Excluindo-se a provisão para o acordo da Class Action com investidores norte-americanos, a Petrobras apresentaria o índice dívida líquida/Ebitda ajustado de 3,07 vezes.

Mais conteúdo sobre:
Petrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.