Acordo encerra greve dos médicos peritos do INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou no final da tarde desta terça-feira que assinou um acordo com a Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP), encerrando a greve da categoria. "Nós acordamos e nos responsabilizamos sobre os principais itens reivindicados. Por sua vez, a ANMP se comprometeu a submeter a pauta à categoria e retornar às atividades normais imediatamente", disse o presidente do INSS, Valdir Moysés Simão, em nota divulgada pela Assessoria de Imprensa do instituto.As principais reivindicações dos médicos peritos, de acordo com a ANMP, se referiam às condições precárias de segurança dos profissionais. Para atender à expectativa da categoria, o INSS prometeu acelerar o processo de entrega do resultado da perícia médica, assinada pelo presidente do INSS, por correio, na residência dos segurados que não têm vínculo empregatício. O sistema, que, a princípio, entraria em funcionamento no dia 16 de outubro, será implantado até o dia 29 de setembro.O governo se comprometeu, também, a melhorar o monitoramento e controle da segurança nos pontos de às agências da Previdência Social. As próximas unidades de atendimento que serão abertas já terão equipamentos de vigilância eletrônica e campainhas luminosas. A primeira agência a contar com esses dispositivos de segurança, segundo o instituto, será a agência de Atendimento de Benefício por Incapacidade (APS-BI) de São Paulo, que será inaugurada no mês que vem. Por fim, a nota distribuída orienta os segurados com perícias agendadas a comparecerem às agências da previdência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.