Acordo entre Vale e DNPM sai até setembro, prevê Lobão

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta segunda-feira que o acordo entre a Vale e o Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM) sobre o valor da cobrança da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM), conhecido como royalties da mineração, deve sair até setembro. Lobão não quis adiantar uma estimativa sobre o valor do acordo e disse que as negociações continuam.

ANNE WARTH, Agencia Estado

20 de agosto de 2012 | 19h54

"Se não sair neste mês, no próximo mês, com segurança, sim. Nós continuamos negociando. Essa é uma questão que vem de muito longe. Tivemos que examinar 12 mil documentos para podermos chegar com segurança a uma conclusão que não seja prejudicial nem para o Tesouro Nacional, nem para a Vale", afirmou Lobão.

O ministro afirmou que o governo não quer o prejuízo da mineradora. "A Vale é uma grande empresa brasileira, que faz parte da paisagem econômica brasileira. Nós temos todo o interesse na saúde financeira dela e não queremos que ela tenha prejuízo. É preciso se chegar a uma conclusão que seja justa para as duas partes."

Tudo o que sabemos sobre:
LobãoValeroyalties

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.