Acordo na OMC atenua preocupação com Farm Bill, diz Schwab

Segundo representante dos EUA, 'Doha é a melhor oportunidade que temos para lidar com a Farm Bill'

Deise Vieira, da Agência Estado,

05 de junho de 2008 | 16h20

Completar de forma bem-sucedida um acordo comercial na Organização Mundial do Comércio (OMC) é o melhor jeito para o mundo lidar com preocupações sobre os subsídios agrícolas oferecidos pelos Estados Unidos, afirmou nesta quinta-feira, 5, Susan Schwab, representante de Comércio dos EUA, em um encontro da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). "Um acordo na Rodada de Doha é a melhor oportunidade que temos para lidar com a Farm Bill, que tem sido alvo de críticas", disse ela. Veja também:Subsídios agrícolas da Farm Bill prejudicam Doha, diz Amorim O Congresso norte-americano aprovou no mês passado uma Farm Bill, lei agrícola norte-americana, que deverá ampliar os bilionários subsídios agrícolas oferecidos pelos EUA aos produtores. A aprovação da Farm Bill lançou uma sombra sobre as negociações em Genebra referentes às discussões da Rodada de Doha, porque ela pode fazer com que os EUA violem concessões preliminares que a Administração Bush havia feito para reduzir os subsídios domésticos. A Farm Bill foi aprovada com suporte mais do que suficiente para derrubar um veto do presidente George Bush. Ainda assim, a representante dos EUA afirma que o apoio ao livre comércio é forte entre democratas e republicanos. "Este é um bom sinal sobre a prioridade que os republicanos e os democratas dariam a um resultado significativo do desenvolvimento da agenda da Rodada de Doha", disse ela. A representante acrescentou ainda que os EUA querem realizar um encontro ministerial em junho ou julho para completar as negociações de Doha.

Tudo o que sabemos sobre:
Rodada DohaFarm Bill

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.