Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Acordos devem gerar US$ 1 tri para os EUA

O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2011 | 03h05

Os acordos de livre comércio dos EUA com a Coreia do Sul, Colômbia e Panamá começaram a vigorar na sexta-feira, após sanção do presidente Barack Obama. Ele assinou ainda a prorrogação do Sistema Geral de Preferências (SGP), mecanismo de redução de tarifas de importação para produtos de países em desenvolvimento, entre os quais o Brasil, com data retroativa a 1o de janeiro. Os três acordos permitirão aumento de US$ 1 trilhão na exportação de bens e serviços dos EUA e a criação de 6 mil postos de trabalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.