Acrefi avalia que queda do juro será repassada ao consumidor

As financeiras devem rever para baixo os juros cobrados do consumidor no crediário após a decisão de hoje do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a Selic, a taxa de juro básica, de 26% para 24,50% ao ano, sem viés ? taxa mantida até a próxima reunião. A avaliação é de José Arthur Lemos de Assunção, vice-presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). Ele observou que o consumidor já verificará a queda nos juros do crediário nos próximos dias. O executivo destacou que a decisão do Banco Central foi "conservadora e correta" e a expectativa é que haja a continuidade de redução nos juros nas próximas reuniões do Copom, devendo chegar a um patamar entre 19% e 20% ao ano até dezembro.

Agencia Estado,

23 Julho 2003 | 15h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.