ACSP: alta da inadimplência é observada com cautela

O crescimento da inadimplência já é acompanhado com cautela, admite a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Embora a exclusão de dívidas tenha aumentado 22,8% na primeira quinzena de abril na comparação com os 15 primeiros dias de abril de 2007, o cadastro de inadimplentes da ACSP aumentou 21,9% no mesmo período."Com relação à inadimplência, observa-se ligeira aceleração, que sinaliza a necessidade de cautela", disse, em nota, o presidente da entidade, Alencar Burti. "Entretanto, a recuperação, isto é, os pagamentos ou as renegociações de débitos, também vêm crescendo de forma significativa", ponderou.Influenciadas pelo feriado prolongado da Páscoa, segundo a entidade, as consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) registraram aumento de 21,8% na primeira quinzena de abril. No mesmo período, as consultas ao SCPC Cheque (antigo UseCheque) cresceram 18,9%."Se eliminarmos esse efeito (Páscoa), vamos constatar que o ritmo das consultas do SCPC é da ordem de 7,8%, e do SCPC Cheque, de 5,9% na quinzena, indicando que o movimento do varejo, corrigida a sazonalidade típica desse período, se mantém quase inalterado desde o final do ano passado", destacou o dirigente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.