ACSP divulga dados da inadimplência

A inadimplência no comércio de São Paulo está inferior ao registrado no ano passado. Os carnês em atraso, que foram incluídos no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), fecharam o mês de maio com 392.605 unidades. Uma queda de 6,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Em maio de 99 foram 419.764 carnês.Na comparação com o mês passado, houve um aumento de 4,5%. Abril registrou 375.562 carnês em atraso. De acordo com Marceo Solimeo, economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) existe uma distorção no resultado da comparação entre maio e abril desse ano. "No mês passado, recebemos os relatórios de inadimplência de outras cidades que não estavam incluídas na pesquisa de abril", afirma Solimeo.De acordo com o economista, o aumento no número de informações vem acontecendo desde meados do ano passado. Trata-se do processo de centralização dos processos. A Associação Comercial de São Paulo está reunindo os dados das associações comerciais de outras cidades do Estado. Atualmente 230 cidades enviam seus dados de inadimplência para a ACSP. Esse número deve chegar a 250, de acordo com Solimeo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.