portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

ACSP: indicador de vendas a prazo cai 13% na quinzena

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) informou que a média de consultas do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), um termômetro das vendas a prazo, caiu 13,1% na primeira quinzena de março em relação ao mesmo período do ano passado. Já as consultas ao SCPC/Cheque, que servem de indicação sobre a evolução das vendas à vista, diminuíram 5,4% na mesma base de comparação.

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

16 de março de 2009 | 18h06

A ACSP chamou atenção para o fato de que a primeira quinzena de março deste ano teve um dia útil a menos do que em 2008, o que acentuou as quedas registradas no mês. Na comparação com a primeira quinzena de fevereiro, as consultas ao SCPC subiram 2,2%, e as consultas ao SCPC/Cheque avançaram 5,2%.

Segundo o levantamento da ACSP, os registros recebidos no cadastro de inadimplência cresceram 10,6% na primeira quinzena de março ante o mesmo período de 2008, contra uma elevação de apenas 3,6% dos registros cancelados. Segundo a associação, o resultado indica a persistência da dificuldade na recuperação do crédito.

O presidente da ACSP, Alencar Burti, atribuiu a redução do ritmo de vendas a prazo à queda da confiança do consumidor no desempenho da economia, ao aumento da inadimplência e ao avanço do desemprego. "O que depende de crédito ainda se ressente da crise financeira mundial", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
varejocréditoSCPC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.