Açúcar bate novo recorde em 28 anos

Os preços futuros do açúcar tipo demerara bateram novo recorde em 28 anos ontem em Nova York, na ICE Futures US. O contrato mais negociado, com vencimento em outubro, subiu 4,58% e fechou cotado a 23,52 cents/lb. O mercado voltou a ser impulsionado pela preocupação com o desequilíbrio entre oferta e demanda, que deve pressionar os estoques mundiais ao longo da safra 2009/10. O problema foi agravado por mais uma quebra na produção de cana da Índia, maior consumidor mundial de açúcar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.