carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Açúcar sobe 4,79% e atinge nova máxima

O açúcar demerara voltou a disparar ontem na ICE Futures US, em Nova York, registrando novo recorde em 28 anos. Os contratos mais líquidos, para entrega em outubro, ajustaram a 22,97 cents/lb, com alta de 4,79%. As cotações foram impulsionadas por uma nova rodada de compras de especuladores, influenciados pela alta do petróleo e das ações combinada com a desvalorização do dólar ante uma cesta de moedas. O movimento é justificado pelas preocupações com a queda nos estoques mundiais da commodity.

, O Estadao de S.Paulo

13 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.