Açúcar sobe em NY com otimismo em relação à economia

Cenário: Leticia Pakulski

O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2012 | 02h07

Os preços futuros do açúcar terminaram em alta ontem na Bolsa de Nova York, dando continuidade à recuperação iniciada na sexta-feira. O contrato março, de maior liquidez, subiu 4,7% em duas sessões. Mas, se no pregão anterior os ganhos foram causados por questões técnicas, a alta desta segunda-feira se deveu a fatores macroeconômicos. A expectativa de melhoria da situação da economia global em 2013 deu suporte às cotações. Traders passaram a considerar que um cenário mais favorável em países consumidores como China e Estados Unidos poderá impulsionar a demanda pela commodity. O contrato mais negociado avançou 40 pontos (2,10%) e encerrou a 19,41 centavos de dólar por libra-peso.

Na mesma bolsa, o café subiu 1,96%. Investidores relataram que a queda dos preços na semana passada estimulou as torrefadoras a retomar compras. Já o suco de laranja fechou em alta pela sexta sessão seguida, ainda influenciado pela revisão feita pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos na estimativa de safra 2012/13 da Flórida e pelos temores de que geadas prejudiquem as plantações do Estado.

Na Bolsa de Chicago, o milho caiu 0,92%. Os preços foram pressionados pela demanda fraca por exportações do grão norte-americano e por vendas sustentadas em aspectos gráficos. O trigo seguiu o desempenho do milho e recuou 0,74%. A soja encerrou sem direção definida em um dia marcado por negociações técnicas. Segundo analistas, nem a venda de 151 mil toneladas do grão notificada pelo governo norte-americano deu suporte ao mercado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.