Açúcar sobe em NY com otimismo sobre orçamento dos EUA; café em alta

Os futuros do açúcar subiram nesta quinta-feira na bolsa de Nova York (ICE), em linha com a firmeza dos mercados de commodities, com as crescentes esperanças de que os EUA conseguirão reverter a crise fiscal, enquanto o café recuperou perdas.

Reuters

29 de novembro de 2012 | 19h32

A fraqueza do dólar também ajudou, uma vez que torna as commodities mais baratas para compra em moeda estrangeira.

O contrato março do açúcar encerrou com alta de 0,18 centavos, ou 0,9 por cento, a 19,34 centavos por libra-peso.

Na Liffe, de Londres, o contrato março do açúcar refinado subiu 3,70 dólares, ou 0,7 por cento, encerrando a 513,20 dólares por tonelada.

Já os futuros do café arábica ampliaram os ganhos da sessão anterior, quando o contrato de referência março atingiu a mínima de 2 anos e meio e depois veio a subir forte antes do fechamento.

O contrato para março do arábica na ICE subiu 1,55 centavos, ou 1 por cento, terminando cotado a 1,5640 dólar por libra-peso. Na quarta-feira, chegou a bater em 1,4710 dólar, o nível mais baixo para um segundo contrato desde junho de 2010, antes que compras para cobertura de vendidos reduzissem as perdas.

O contrato janeiro do café robusta em Londres subiu 3 dólares, ou 0,2 por cento, a 1.938 dólares por tonelada.

(Reportagem de Marcy Nicholson e Sarah McFarlane)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSOFTSFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.