Acusações contra Goldman favorecem reforma financeira, diz presidente de Comitê da Câmara

Frank diz não prever que proposta encontre oposição de todos os republicanos no Senado, onde deve ser apresentada esta semana

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

19 de abril de 2010 | 11h33

As acusações de fraude contra o Goldman Sachs acentuam a possibilidade de aprovação da proposta de reforma financeira no Congresso, disse o deputado democrata na Câmara Barney Frank. Em entrevista concedida para a rede de TV CNBC, Frank afirmou que as acusações servem para impulsionar o sentimento político para a aprovação da lei, "embora, deva dizer, que acredito que as chances são boas de qualquer maneira". Frank, que preside o Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, disse não prever que a proposta encontre oposição de todos os republicanos no Senado, onde deve ser apresentada esta semana.

 

Frank negou que o momento do anúncio das acusações pela SEC teve motivação política e argumentou que também os investidores ricos e sofisticados precisam de proteção. "Eles precisam de proteção. Mesmo que não se tenha muita simpatia por eles...eles estão jogando com o dinheiro de outras pessoas. E o impacto social de seus erros pode ser muito grande", acrescentou. As informações são da Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.