Adiada mudança na mistura de etanol à gasolina por 30 dias

O governo federal adiou por 30 dias a decisão de reduzir a mistura do etanol na gasolina. Atualmente, o porcentual é de 25%, mas há estudos para diminuir essa quantidade para 20%. Na avaliação do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, "não há desabastecimento de etanol e, muito menos, de gasolina" que exigisse uma alteração neste momento.

Edna Simão, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2011 | 00h00

"Concluímos que o mercado está bem abastecido", afirmou o ministro. "Nós decidimos então não fazer nenhuma alteração neste momento. Marcamos uma nova reunião para daqui 30 dias quando tomaremos as decisões que eventualmente forem necessárias", acrescentou Lobão, após reunião ontem à noite, na sede de seu ministério, com representantes das pastas da Fazenda, Desenvolvimento, Agricultura, além da Petrobrás, Agência Nacional do Petróleo, entre outros.

Segundo Lobão, se o governo decidir, no fim de agosto, que é necessária uma mudança, a medida entrará em vigor a partir de 30 de setembro para que as empresas tenham tempo para os ajustes necessários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.