bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Adiado prazo para avaliar causas do apagão do dia 21 de janeiro

A Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE) estendeu do dia 15 de março ao dia 12 de abril o prazo de conclusão do estudo que avalia as causas do apagão do dia 21 de janeiro, que atingiu 10 Estados e o Distrito Federal. A decisão consta da resolução 121 da GCE, do dia 15 de março, publicada hoje no Diário Oficial. O grupo é coordenado por Altino Ventura Filho, indicado para a presidência da Eletrobrás. Além de apontar as causas do apagão, o estudo terá ainda de propor medidas corretivas e sugestões para aumentar a confiabilidade do sistema elétrico. A Superintendência de Fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ainda está analisando a defesa apresentada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Companhia Paulista de Transmissão de Energia Elétrica (CTEEP), apontadas como prováveis responsáveis pelo blecaute. As duas empresas foram notificadas e poderão ser multadas caso a superintendência conclua que elas foram responsáveis pelo apagão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.