DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Adiar reforma da Previdência é empurrar urgência da agenda social, diz Maia

Em mensagem postada no Twitter, o presidente da Câmara afirmou que a Previdência é a maior reforma social do País

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2018 | 12h23

BRASÍLIA - Presidenciável, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, usou a rede social nesta terça-feira para defender a aprovação da reforma da Previdência. Em mensagem postada no Twitter no início da manhã, Maia afirmou que "adiar a aprovação desta reforma é empurrar para o futuro a urgência de uma agenda social que mude de fato a vida do brasileiro".

"É a mais importante reforma social do País", postou o presidente da Câmara. Segundo ele, há uma urgência para que o Brasil volte a ser um país seguro para atrair investimentos. "Mas mais do que isso, aprovar a reforma é a única forma de garantirmos que o aposentado, o servidor público, o trabalhador jovem irão receber suas aposentadorias num futuro próximo", disse.

+ 'Vamos pleitear apoio de todos pela reforma', diz Marun

A votação da proposta foi adiada para fevereiro, mas o governo não tem ainda os votos para aprová-la. A resistência de parlamentares da base do governo é grande e as lideranças do governo vão tentar conseguir apoio ao texto ao longo de janeiro e fevereiro.

 

Tudo o que sabemos sobre:
reforma previdenciária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.