Adidas fecha acordo para comprar a Reebok

A empresa alemã de produtos esportivos Adidas-Salomon anunciou um acordo de compra da rival americana Reebok no valor de 3,1 bilhões de euros - cerca de R$ 8,9 bilhões. Como resultado, a nova empresa poderia ameaçar o domínio da Nike no mercado americano. O presidente da Adidas, Herbert Hainer, disse que a compra representa "um grande marco estratégico para o grupo".A compra ainda precisa ser aprovada pelos acionistas da Reebok e pelos orgãos reguladores do mercado. Se for confirmado, o negócio deve ser completado no início de 2006.Maior fatiaCom o anúncio da venda, o valor das ações da Reebok subiram 16% no mercado em Nova York, chegando a US$ 51 - cerca de R$ 120. A Adidas oferece U$ 59 por ação, em dinheiro."Esta é uma oportunidade única de combinar duas das mais respeitadas e conhecidas companhias no mercado mundial de artigos esportivos", disse Hainer.A empresa contaria com uma fatia de 9 bilhões de euros - cerca de R$ 25,8 bilhões - do mercado mundial de vendas de tênis, disse a Adidas.EUAA compra também mais do que duplicaria as vendas da Adidas nos Estados Unidos, informou a empresa alemã. O novo grupo teria 20% do mercado de calçados esportivos no país. A Nike detém 36% do mercado americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.