ADRs de bancos voltam a liderar quedas na semana

Após um período de recuperação, os American Depositary Receipts (ADRs) de bancos brasileiros voltaram a liderar, na semana passada, as baixas de papéis nacionais negociados em Nova York. Os recibos de ações do Bradesco negociados na Bolsa de Nova York despencaram 19,8% no intervalo, para US$ 10,10, com volume de US$ 12,541 milhões. O ADR do Itaú vem logo a seguir, com desvalorização de 16%, cotado a US$ 15,25, tendo movimentado US$ 7,615 milhões no período de 3 a 10 de outubro. Unibanco também figura na relação de maiores perdas, com -12,20%, para US$ 1,82. As ações da instituição tiveram giro de US$ 51,283 milhões.Os resultados aumentam a expectativa quanto ao comportamento desses ADRs na próxima semana. Isso porque o Banco Central anunciou uma redução do limite máximo de exposição cambial líquida dos bancos, de 60% para 30% do patrimônio líquido.O BC também decidiu elevar de 75% para 100% a exigência de capital sobre a exposição líquida em câmbio das instituições. O pacote também inclui um aumento de 5 pontos porcentuais nas alíquotas dos depósitos compulsórios à vista, a prazo e de poupança. "As medidas são fortes e é preciso estudar com cuidado o efeito sobre os bancos", disse o analista-chefe da Sudameris Corretora, José Cataldo, à editora-assistente da Agência Estado, Silvia Fregoni.Numa semana que nenhum ADR brasileiro fechou em alta, os papéis de companhias estatais engrossaram a lista de piores resultados, segundo pesquisa AE/Economática. O recibo de Cemig recuou 14,5%, para US$ 5,26, com volume de US$ 1,366 milhão. Petrobras ON caiu 14,4% (US$ 10,62), girando US$ 77,760 milhões. Petrobras PN teve baixa de 14,3% (US$ 9,55) e volume de US$ 45,194 milhões.Confira abaixo a tabela da AE/Economática com as dez piores resultados de ADRs brasileiros na semana.Últimos NegóciosFechamentoVolume*Oscilação (%)Bradesco 10/10/0210,112.541-19,8Itaú 10/10/0215,257.615-16Cemig 10/10/025,261.366-14,5Petrobrás 10/10/0210,6277.760-14,4Embratel 10/10/020,541.087-14,3Petrobras 10/10/02 9,5545.194-14,3Perdigão 10/10/02 5,2123-13,3Telemig Celular 10/10/0212,21.476-12,2Unibanco 10/10/026,951.283-12,2Telesp Celular 10/10/021,822.169-12,1Fonte Economática(*) Em US$ mi1 - Todos os valores são em dólares americanos2 - Como o volume financeiro não é informado pelas bolsas, o cálculo leva em conta a quantidade total de títulos negociados no dia, vezes o preço de fechamento na mesma data. Tal critério implicará em alguns valores diferentes dos reais, tendo em vista que, durante o pregão, os ADRs são negociados em diversos valores entre os preços máximo e mínimo do dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.