AEB estima para 2013 queda de 1,1% nas exportações

O Brasil deve exportar menos em 2013. Pela estimativa da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), as exportações somarão US$ 239,69 bilhões, o que representará recuo de 1,1% em relação aos US$ 242,48 bilhões deste ano. Por outro lado, as importações devem ter crescimento de 0,4% no período, aumentando de US$ 224,21 bilhões para US$ 225,07 bilhões.

O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2012 | 02h09

Como resultado, o superávit comercial deve registrar queda de 20%, de US$ 18,27 bilhões este ano para US$ 14,62 bilhões no ano que vem. A redução na importação de bens de capital sinaliza que empresários ainda não devem aumentar investimentos, o que pode voltar a influenciar negativamente os investimentos no resultado do PIB do ano.

A diminuição da importação de matérias-primas e produtos intermediários também denota um ritmo ainda lento da produção industrial. O próximo ano não deve ser de pujança na economia, segundo o presidente da AEB, José Augusto de Castro./DANIELA AMORIM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.