Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Aécio: lista de fazendas para UE precisa ser ampliada

Embora tenha considerado positivo o fato de a grande maioria das fazendas autorizadas a exportar carne bovina in natura para a União Européia (UE) ser de Minas Gerais, o governador Aécio Neves (PSDB) atacou hoje o que chamou de "medida extremamente protecionista" do bloco. O governador disse ainda que a restrição também pode desorganizar a fiscalização estadual das propriedades. "Vejo como algo positivo a maioria dessas fazendas estar em Minas, mas algo absolutamente distante do que é necessário. É preciso que nós tomemos alguns cuidados, porque você (pode) criar alguns feudos, você (pode) criar algumas áreas específicas sem qualquer critério mais aprofundado, vamos chamar de excelência. Você pode realmente permitir um fluxo de animais que desorganize, inclusive, a fiscalização do Estado de outras fazendas que não têm qualquer problema para exportação, mas que não foram selecionadas", afirmou. Da lista de 106 propriedades certificadas, 89 são de Minas, sendo que muitas delas localizadas nos municípios de Santa Vitória, Araguari, União de Minas e Ituiutaba, nas regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.Aécio disse que ainda confia na ampliação da lista autorizada. "O mais importante nessa hora - e o ministro (da Agricultura) Reinhold (Stephanes) está dedicado a isso - é a ampliação dessas áreas e a desobstrução de todos aqueles que no Estado fizeram o rastreamento, que é a grande maioria das fazendas de Minas."

EDUARDO KATTAH E RAQUEL MASSOTE, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 19h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.