Aegea/Divulgação
Aegea/Divulgação

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Aegea vence leilão da PPP de esgoto de Cariacica, com deságio de 38%

Empresa deu lance de R$ 0,99, com deságio de 38,13%; vencedora terá de investir R$ 580 milhões durante o contrato

Renée Pereira e Cristian Favaro, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2020 | 10h46
Atualizado 21 de outubro de 2020 | 20h47

A Aegea, empresa de saneamento básico, venceu hoje, 20, o leilão da PPP de Cariacica (ES). Com um lance de R$ 0,99 e deságio de 38,13% sobre o valor da tarifa de esgoto, a companhia desbancou os outros seis consórcios participantes da disputa, como Iguá e Equatorial – grupo tradicional de energia elétrica que quer entrar no setor.

A PPP de Cariacica tem o objetivo de universalizar o acesso à rede de esgotamento sanitário até o 10º ano do contrato. O serviço irá beneficiar 423 mil habitantes, em parceria com a Companhia Espírito-santense de Saneamento (Cesan). Atualmente, apenas 48,3% da população têm coleta de esgoto, segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que participou da modelagem da parceria. 

Pelas regras do edital, a Aegea terá de investir R$ 580 milhões em infraestrutura de saneamento básico ao longo dos 30 anos de contrato, sendo que R$ 180 milhões devem ser aplicados nos primeiros cinco anos. Contando com o custo operacional, o total investido chegará perto de R$ 1,3 bilhão.

A empresa já detém a concessão de serviços em Vila Velha e em Serra, no Espírito Santo.  A Aegea é controlada pela Equipav e também tem como sócio o fundo soberano de Cingapura GIC.

Além da Aegea, participaram do leilão outros seis consórcios. A segunda melhor oferta foi do consórcio Allonda (Allonda Engenharia e Construções e CPBO Enganharia), de R$ 1,07, com desconto de 33,12%. Em seguida veio o consórcio Riovivo Brasil (CEJEN engenharia e Riovivo Ambiental Eireli), com preço unitário de R$ 1,18, desconto de 26,25%.

Outras propostas vieram do consórcio ES Ambiental (CONASA Infraestrutura, VLZ Construtora, Marca Construtora e Serviços, Hydrosistem Engenharia e MRM Construtora), com preço unitário de R$1,20 e desconto de 25%. Depois veio a Iguá Saneamento, com R$ 1,25 e desconto de 21,87%.

Outros participantes foram o consórcio ES Ambiental (Equatorial Energia e SAM - Sonel Ambiental e Engenharia), com preço unitário de R$ 1,36, e Consórcio Contractor-Ello (Contractor Engenharia e Ello Serviços, Obras e Participações), com preço unitário de R$ 1,43.

Para isso, o vencedor deverá investir R$ 580 milhões em infraestrutura de saneamento básico ao longo dos 30 anos de contrato, sendo que R$ 180 milhões desse total devem ser aplicados nos primeiros cinco anos. Contando com o custo operacional, o total investido chegará perto de R$ 1,3 bilhão.

O projeto de concessão administrativa de Cariacica é o segundo a ser licitado dentre uma série de projetos no setor de saneamento básico desde a sanção do novo marco regulatório. O primeiro ocorreu em 30 de setembro e selecionou a BRK Ambiental como a concessionária responsável pelos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário da região metropolitana de Maceió.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.