Aérea chinesa obtém aprovação para parceria com empresa japonesa

A aérea chinesa de baixo custo Spring Airlines recebeu aprovação para uma joint venture japonesa que deve começar a voar em maio.

Reuters

27 de dezembro de 2013 | 11h59

A nova aérea está planejando voos do aeroporto Narita para Saga, Takamatsu e Hiroshima. Sediada em Xangai, a Spring Airlines atualmente voa para cidades de Ibaraki, Saga e Takamatsu. A companhia detém 33 por cento da joint venture japonesa, enquanto o restante é controlado por fundos japoneses e outros investidores domésticos.

A nova empresa aérea poderá enfrentar desafios, uma vez que as tensões entre os países vizinhos esquentaram recentemente.

"Como uma empresa privada não estamos conectados com política, mas queremos agir como uma ponte entre Japão e China", disse uma porta-voz da Spring Airlines no Japão, que não quis ser identificada.

Em outubro, durante uma disputa entre China e Japão sobre ilhas no Mar da China Oriental, a Spring Airlines foi forçada a cancelar uma oferta de passagens gratuitas no Japão quando blogueiros chineses nacionalistas atacaram a companhia online e a chamaram de traidora.

(Por Adam Rose)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASSPRINGJAPAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.