Aéreas têm menor número de empregados desde 1993 nos EUA

Número de trabalhadores foi reduzido para 390 mil em janeiro deste ano com série de demissões recentes

AE- Dow Jones,

17 de março de 2009 | 16h09

A série de demissões implementadas recentemente pelas empresas aéreas comerciais dos Estados Unidos reduziu o total de trabalhadores do setor para 390 mil em janeiro deste ano, o nível mais baixo desde 1993, segundo o Escritório de Estatísticas de Transportes, do Departamento do Transportes dos EUA. Os cálculos contam cada dois empregados de meio período como um empregado de tempo integral.

 

Veja também:

Caterpillar irá demitir mais 2.454 funcionários nos EUA

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

especialDicionário da crise  

 

As companhias empregaram 6,9% menos funcionários em janeiro deste ano, ante igual mês do ano passado, de acordo com os dados. Essa foi a sétima queda mensal consecutiva no número de empregados do setor e a maior desde dezembro de 2003.

 

As empresas aéreas estão reduzindo a capacidade conforme os consumidores diminuem seus gastos e fazem menos viagens. A Delta Air Lines, por exemplo, disse no início deste mês que vai cortar mais 10% de sua capacidade internacional, provavelmente abrindo caminho para uma nova rodada de anúncios semelhantes por parte de outras companhias.

 

Os dados oficiais informam que o número de empregados diminuiu tanto nas empresas aéreas tradicionais quanto nas empresas de baixo custo - como a AirTran Airways, controlada pela AirTran Holdings - e nas companhias regionais - como a American Eagle Airlines, da AMR Corp.

 

A quantidade de pessoas empregadas pelas sete companhias de rede - Delta Air Lines, Northwest Airlines, United Airlines, American Airlines, US Airways Group, Continental Airlines e Alaska Airlines - diminuiu 6,3% em janeiro, marcando a quinta queda consecutiva depois de 16 meses de crescimento.

 

As empresas de baixo custo empregaram 3,1% menos funcionários no primeiro mês deste ano, apesar de algumas, como a Southwest Airlines, terem registrado aumento no número de trabalhadores. As companhias regionais reduziram as vagas em 7,1%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
empregoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.