Aeronautas rejeitam proposta da VarigLog para compra da Varig

Representantes dos aeronautas, aeroviários e do fundo de pensão Aerus rejeitaram a proposta apresentada hoje à tarde pela VarigLog para a compra da Varig. O presidente do Aerus, Odilon Junqueira, disse que vê a alternativa "com muita preocupação". Ele explica que a Varig vem participando de um plano de recuperação, que foi aprovado ano passado pelos credores, que prevê o pagamento das dívidas com o fundo de pensão e afirma que a proposta apresentada "deixa no deserto o Aerus". "É consenso que os credores não devem aceitar", afirmou. Ele diz que é preciso acelerar o plano inicialmente aprovado, com a definição, amanhã mesmo, do gestor do FIP-Controle, o que será votado durante assembléia prevista para a manhã desta quarta-feira. Ele também afirmou que está na hora de o governo enxergar o problema da Varig e buscar uma solução conjunta. Para o vice-presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Gelson Fochesato, a VarigLog está agindo com "oportunismo muito grande, interessada em ganhar dinheiro e comprar na bacia das almas". Um representante de um grande credor disse que para a venda em separado da Varig seria necessário que isso estivesse previsto inicialmente no plano de recuperação e que, portanto, isso exigirá nova votação em assembléia sobre o assunto. Um outro representante de credor privado indicou que a proposta não deve agradar boa parte das empresas de arrendamento de aviões, por conta da redução da frota e não reconhecimento de dívidas passadas. Proposta A proposta apresentada pela VarigLog para compra da Varig previa um forte enxugamento da empresa, com corte de pessoal, redução da frota e a criação de uma nova empresa sem dívidas. O endividamento da empresa, que gira ao redor de US$ 7 bilhões, ficaria isolado numa outra empresa e os representantes da VarigLog não indicaram uma solução para o problema. As informações foram passadas por três representantes de credores que participaram do encontro com representantes da VarigLog, realizado na tarde de hoje. A apresentação da proposta foi feita pelo executivo chinês Lap Chan, investidor do Matlin Patterson, fundo americano acionista da Volo Brasil, que controla a VarigLog.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.