finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Aeroviários rejeitam contraproposta e terão nova reunião na 3ª

Categoria nega reajuste salarial de 3,5% oferecido por sindicato, alegando que inflação pelo INPC é de 4,78%

Agência Estado,

26 de novembro de 2007 | 16h47

Os aeroviários associados à Força Sindical rejeitaram nesta segunda-feira, 26, a contraproposta patronal de 3,5% oferecida pelo Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea) e de 2,5% ofertada pelo Sindicato Nacional das Empresas de Táxi Aéreo. De acordo com a Força Sindical, a categoria fará duas novas reuniões na terça-feira, 27, para discutir a reivindicação. A primeira, será realizada às 10 horas com o Sindicato Nacional das Empresas de Táxi Aéreo, e a outra, às 16h30, com o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas. O presidente da Federação dos Trabalhadores das Empresas Aéreas, Uébio José da Silva, afirmou que a contraproposta não foi aceita, pois a inflação no período foi de 4,78%, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Tudo o que sabemos sobre:
Aeroviários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.