carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

AES entrega mais uma proposta de pagamento ao BNDES

O vice-presidente da AES Corporation, Joseph Brandt, executivo responsável pela reestruturação da dívida do grupo, entregou hoje mais uma proposta ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para tentar resolver o impasse criado em torno do pagamento da dívida de R$ 1,3 bilhão. O banco não confirmou oficialmente a informação, mas fontes envolvidas na negociação garantem que só será considerada relevante uma proposta que contiver uma das duas alternativas (ou ambas): a oferta da AES Tietê como pagamento do débito ou o pagamento de, pelo menos, parte da dívida.Até então, as soluções apresentadas pela AES foram variações de uma mesma proposta - a criação de uma nova empresa que teria o BNDES como sócio minoritário, com participações que iam de 30% a 40%, enquanto o grupo norte americano permaneceria no controle da distribuidora Eletropaulo. O grupo também ofereceu ativos que foram considerados pelos executivos do banco como "de segunda linha", como a usina termoelétrica de Uruguaiana (Rio Grande do Sul).A avaliação do banco sobre a nova oferta da AES só deve ocorrer na segunda-feira, em reunião de diretoria. Hoje, porém, o assunto deve ser analisado informalmente pelos diretores do banco, que farão uma prévia da reunião. Há duas semanas, o diretor financeiro do BNDES, Roberto Thimóteo, admitiu em entrevista que o banco já considera a possibilidade de participar como acionista minoritário na Eletropaulo, para solucionar o problema do grupo AES. "Participação na Eletropaulo é um negócio complicado para nós, mas não podemos deixar essa empresa em má situação e um mau acordo é melhor do que uma grande briga", disse ele, na ocasião.Thimóteo também informou que o débito da AES Transgás, garantido por ações preferenciais da Eletropaulo, será executado com a oferta pública das ações na Bolsa de Valores de São Paulo, num prazo de 60 dias. O acordo que está sendo costurado com Joseph Brandt refere-se à dívida da AES Elpa, lastreada em ações ordinárias da Eletropaulo. Hoje, segundo fontes, Brandt reuniu-se com Thimóteo. O presidente do BNDES, Carlos Lessa, passou o dia em Brasília e o vice-presidente, Darc Costa, que coordena as negociações, estava em São Paulo.

Agencia Estado,

08 de maio de 2003 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.