Aftosa: campanha de vacinação atinge índice de 90% no RS

A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul, realizada em janeiro, alcançou índice de cobertura de 90%, conforme levantamento preliminar realizado pela Secretaria da Agricultura. O órgão deve concluir a avaliação final na próxima semana. Em maio, será realizada a segunda fase, para vacinar animais com até 24 meses. Segundo a secretaria, os pecuaristas que não vacinaram o rebanho estão sujeitos à autuação e multa, além do risco de interdição da propriedade até a aplicação do medicamento. Em parceria com o Ministério da Agricultura (Mapa), técnicos do Estado irão visitar algumas propriedades rurais em abril para realizar sorologia dos animais e verificar a eficiência da vacina. O rebanho gaúcho está estimado em 13,65 milhões de cabeças. A verificação de dados foi uma das falhas apontada em auditoria do Mapa realizada no sistema de defesa sanitária do Estado no ano passado. Conforme a avaliação, os cadastros das propriedades continuam inconsistentes, baseados nas declarações dos produtores.Na maioria das inspetorias veterinárias visitadas pelo Mapa os funcionários não se deslocam até as propriedades para conferir as informações declaradas. A avaliação foi feita entre os dias 11 e 19 de setembro de 2006 e compara a situação encontrada com a auditoria anterior, entre 20 de fevereiro e 1º de março de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.