Aftosa: OIE tem até sexta para avaliar pedido do MS

A Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul) informou nesta quarta-feira que a Comissão Científica da Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) tem até esta sexta para se posicionar previamente sobre o pedido apresentado pelo Mato Grosso do Sul para que o Estado volte a ser considerado como área livre de febre aftosa com vacinação. O diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Jamil Gomes de Souza, foi escolhido para defender o pedido em Paris, onde acontece a reunião da OIE.O organismo internacional só deve se posicionar definitivamente sobre o pedido apresentado pelos pecuaristas do Mato Grosso do Sul em maio, durante reunião anual. O Mato Grosso do Sul perdeu seu status sanitário em outubro de 2005, quando foram diagnosticados casos de febre aftosa no rebanho local. A retomada do status poderá reabrir mercados internacionais que foram fechados para a carne produzida no Estado devido ao problema sanitário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.