Agência de risco melhora perspectiva de títulos do Brasil

A agência de classificação de risco Standard & Poor´s elevou a perspectiva dos ratings (classificação) de crédito dos títulos brasileiros de longo prazo - em moeda estrangeira e em moeda local - de "estável" para "positiva". "A perspectiva positiva reflete a melhora da tendência dos indicadores externos e a perspectiva de consolidação da dinâmica da dívida fiscal", diz o comunicado da S&P. Segundo a analista da S&P Lisa Schineller, "a redução continuada das dívidas externas dos setores público e privado e o desempenho impressionante das exportações reforçam a tendência de declínio da carga da dívida externa do Brasil. Os mercados no Brasil reagiram positivamente à decisão da agência. O dólar comercial passou a cair e atingiu cotação mínima, por volta das 15h30, sendo vendido a R$ 2,1970, em baixa de 0,27%. Durante a manhã, a moeda norte-americana subia até R$ 2,2130, em alta de 0,45%. Os juros futuros cederam e a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou a subir e, neste horário, estava em alta de 0,41%.

Agencia Estado,

08 Novembro 2005 | 15h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.