Agência de risco rebaixa classificação da Bolívia

A agência de análise de risco Standard & Poor´s Service disse que revisou sua perspectiva sobre os ratings (classificação) da República da Bolívia de "estável" para "negativa". A S&P também disse que reafirmou o rating da dívida de longo prazo "B-" e o rating da dívida de curto prazo "C" da Bolívia. "A revisão da perspectiva sobre a Bolívia é baseada no enfraquecimento da governabilidade no país originada da crescente severa fragmentação política regional, social e divisão étnica", explicou o analista de crédito da S&P Sebastian Briozzo. A renúncia oferecida ontem pelo presidente Carlos Mesa reforça as dificuldades apresentadas por este fenômeno, disse a S&P."Independente do resultado da atual crise, o nível de polarização torna improvável que qualquer um possa construir uma agenda de governo que possa encontrar algum suporte entre grupos díspares. A S&P acredita que a turbulência política na Bolívia continuará mesmo se houver a antecipação da eleição presidencial", diz a nota. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.