Agência de viagens Stella Barros pede falência

Pouco mais de um ano depois de a Soletur fechar as portas, outra tradicional operadora de turismo segue o mesmo caminho. Com uma dívida estimada em cerca de R$ 15 milhões ? principalmente com instituições financeiras e empresas de turismo, como companhias aéreas e hotéis ?, a operadora Stella Barros, uma das mais antigas do País, entrou hoje com um pedido de falência e aguarda agora um parecer da Justiça. A empresa solicitou um prazo de 20 dias para apresentar o balanço fiscal e os livros com a movimentação financeira do começo de 2003. A Stella Barros completaria 38 anos de atividade em 30 de março e contava atualmente com 50 funcionários. Reunidos hoje na sede da entidade, prestadores de serviços e funcionários receberam a orientação de constituir um representante legal, para acompanhar o processo de falência. O telefone da central de atendimento ao cliente já não estava funcionando no final da tarde, embora algumas franqueadas da operadora mantivessem o expediente normal, aceitando pedidos de cotações de pacotes de viagens às 18 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.