Estadão
Estadão

Agência diminui projeção do PIB em 2018 de 1,8% para 1,1%

Revisão da agência de classificação de risco Austin Rating vem após divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central

Caio Rinaldi, O Estado de S.Paulo

15 Agosto 2018 | 14h58

Após a divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de junho (3,29% ante maio) e do segundo trimestre do ano (-0,99% ante primeiro trimestre), a agência de classificação de risco Austin Rating revisou sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2018, de 1,8% para 1,1%.

Já para o PIB em 2019, a estimativa de expansão foi revisada de 2,8% para 2,2%. A Austin atribuiu a redução das projeções ao arrefecimento da atividade econômica, após um bom desempenho no início do ano.

"[A economia] Perdeu força de forma mais significativa a partir de março com o ajuste no cenário internacional, especificamente devido ao ajuste monetário na Fed Fund Rate, bem como a postura protecionista de Donald Trump", diz a agência em relatório.

A paralisação dos caminhoneiros em maio foi lembrada como outro fator que pesou sobre a confiança dos agentes e também sobre o ritmo de investimentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.