Agência eleva projeção para consumo global de petróleo

A Agência Internacional de Energia previu hoje um crescimento superior ao estimado anteriormente do consumo de petróleo no mundo em 2010. O consumo será liderado pela China. A agência, com sede em Paris, espera que a demanda global por petróleo cresça para a média de 86,5 milhões de barris ao dia. Isso representa um aumento de 170 mil barris ante a estimativa feita em janeiro e uma elevação de 1,8% em relação à demanda de 2009. A maior parte da revisão reflete a projeção de consumo dos mercados emergentes.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

11 de fevereiro de 2010 | 10h20

A AIE prevê que a demanda por petróleo na China, segundo maior consumidor, irá atingir 8,9 milhões de barris ao dia este ano, 400 mil barris ao dia acima do registrado em 2009. Os EUA, maior consumidor de petróleo, deve ficar em 18,78 milhões de barris ao dia em 2010, praticamente o mesmo montante de 2009.

As projeções de demanda mundial da AIE são mais otimistas que a maior parte das demais estimativas. Sua previsão de demanda global por petróleo em 2010 é entre 1,2 milhão 1,4 milhão ao dia superior à projeção do Departamento de Energia dos EUA e da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). A AIE adverte que sua projeção pode ficar 400 mil barris ao dia abaixo do divulgado se a atividade econômica mundial não for tão robusta quanto o esperado.

A AIE informou ainda que o montante de petróleo não utilizado e mantido em cavernas de estocagem e tanques continuou caindo em janeiro, a partir do aumento gradual da demanda e dos cortes de produção por grandes países produtores como a Arábia Saudita.

A AIE é a consultoria de energia da maior parte dos países desenvolvidos, incluindo os EUA. Uma de suas funções é advertir para a necessidade de manter o mercado abastecido. Já a Opep normalmente é mais conservadora em suas projeções de demanda. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo, consumo, AIE, China, EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.