Agência Estado incentiva formação de futuros investidores na Fecap

O Trader?s School, programa de formação para investidores desenvolvido pela Agência Estado em parceria com a TCX Trading Consulting, será oferecido na Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado no período de 17 de janeiro (próxima segunda-feira) a 18 de fevereiro. O programa conta ainda com o apoio da Q10 Informática e da Interfloat HZ Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Imobiliários. O curso será dado pelo matemático e economista Luiz Antônio Pardall, sócio da TCX e que tem 25 anos de experiência no mercado financeiro. Nas aulas, será utilizada a plataforma da Q10, que simulou uma corretora de valores nas instalações da Fecap para o treinamento dos participantes.?Estamos certos de que esta iniciativa contribuirá para a democratização do processo de investimento no mercado financeiro, tendo em vista que a Fecap reúne só na graduação quatro mil alunos, cujo perfil, em sua maioria, reflete o potencial de uma classe empreendedora, acostumada a trabalhar desde cedo para sustentar o próprio estudo?, afirmou o superintendente geral da entidade, Marcelo Freitas Camargo. De acordo com ele, 70% do alunos da Fecap vêm de escolas públicas e 75% estão empregados.O diretor da corretora Interfloat, Roberto Lombardi de Barros, sustenta a mesma opinião. Para ele, a complexidade do tema e a linguagem hermética do sistema financeiro contribuem para que as operações de mercado sejam feitas por uma elite que domina o processo. Além de dinheiro, é preciso competência para investir bem, como ele alerta. ?O fato de este programa ser desenvolvido em parceria com a Agência Estado, que se caracteriza pelo rigor e a alta velocidade da informação, permitirá sua difusão de forma incomparável a outros projetos, que temos elaborado para profissionais mais avançados na área, em parcerias com entidades especializadas como, por exemplo, os contratos E-Minis recém-lançados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F)?, disse Lombardi de Barros. Destacando o evidente sucesso do mercado eletrônico na Bovespa, o diretor da Interfloat disse ?esperar o mesmo êxito para a BM&F?.?Um aluno de hoje pode ser o investidor de amanhã. O Trader?s School será um grande instrumento de democratização na formação de investidores do mercado financeiro em nosso País, pois o objetivo da Agência Estado é estender o projeto por todo Brasil?, destacou o diretor de Negócios da AE, Rubens Pedretti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.