Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Agência S&P rebaixa nota de 16 bancos da Espanha

Na lista estão Santander e Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA); revisão ocorre após o rebaixamento da dívida soberana do país europeu na semana passada

Agência Estado,

30 de abril de 2012 | 08h27

A agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou nesta segunda-feira a nota de 16 bancos espanhóis, dentre eles o Santander e o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), na esteira do rebaixamento da dívida soberana do país na semana passada.

Em comunicado, a S&P citou implicações negativas diretas do rebaixamento da dívida soberana do país ocorrida na quinta-feira para a redução da nota desses bancos, cujos ratings são impulsionados pela disponibilidade de apoio do governo.

A agência de classificação de risco também observou que os fatores por detrás desses rebaixamentos podem impactar em sua visão sobre os riscos econômicos e industriais que podem afetar o sistema bancário espanhol, e dos fatores que impulsionaram sua avaliação sobre os perfis individuais do crédito de cada banco.

Como parte das ações desta segunda-feira, a S&P rebaixou seus ratings de crédito de contraparte de longo prazo do Banco Santander de A+ para A-, e seus ratings de suas dívidas de primeiro grau de A+ para A-.

A Agência também cortou seus ratings de crédito de contraparte de longo prazo do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) de A para BBB-, com a perspectiva negativa, e seus ratings de dívidas de primeiro grau de A para BBB-.

A S&P afirmou que espera concluir até o final de maio sua revisão sobre as implicações mais amplas do rebaixamento da dívida soberana da Espanha, o que pode gerar riscos à economia e ao setor industrial, bem como aos bancos do país.

Estatais

A S&P também anunciou o rebaixamento dos ratings corporativos de três empresas estatais espanholas, colocando-os em linha com o rating soberano da Espanha, cortado na semana passada de A para BBB+ com perspectiva negativa. As estatais que tiveram suas notas de crédito rebaixadas hoje são a Corporación de Reservas Estratégicas de Productos Petrolíferos (Cores), o Instituto de Crédito Oficial (Ico) e a Sociedad Estatal de Participaciones Industriales (Sepi).

Assim como o governo da Espanha, as três estatais tiveram o rating cortado de A para BBB+ com perspectiva negativa. Por meio de nota, a S&P diz considerar "quase certo" que a Cores, o Ico e a Sepi receberão suporte financeiro extraordinário do governo espanhol em caso de problemas financeiros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaS&Pcrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.