Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Agências da Caixa funcionam em horário estendido nesta segunda para saque do FGTS

Parte da rede funcionará por até duas horas a mais para atender à demanda; confira lista de agências e quem tem direito ao saque imediato

Ana Luiza de Carvalho, O Estado de S.Paulo

28 de outubro de 2019 | 09h58

A Caixa Econômica Federal anunciou que parte das agências da rede funcionará em horário estendido nesta segunda-feira, 28. O objetivo é facilitar o pagamento do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que foi liberado na última sexta-feira, 25, para todos os trabalhadores nascidos nos meses de fevereiro e março. 

 

A lista completa das agências que funcionarão em horário estendido pode ser consultada no site da Caixa. Confira os horários especiais:

  • Agências que abrem às 8h: Encerram o expediente duas horas mais tarde
  • Agências que abrem às 9h: Começaram o expediente uma hora mais cedo e fecham uma hora mais tarde
  • Agências que abrem às 10h: Começaram o expediente duas horas mais cedo
  • Agências que abrem às 11h: Começaram o expediente duas horas mais cedo

 

Novo calendário do saque imediato do FGTS

O novo calendário de saque foi anunciado pela Caixa no último dia 21. Anteriormente, a previsão do banco era de que os saques imediatos somente seriam finalizados em 6 de março de 2020, quando seriam pagos os valores para quem faz aniversário em dezembro. A data limite para recebimento dos valores continua sendo 31 de março de 2020. Confira as novas datas:

  • Aniversário em fevereiro ou março: 25 de outubro
  • Aniversário em abril e maio: 8 de novembro
  • Aniversário em junho e julho: 22 de novembro
  • Aniversário em agosto: 29 de novembro
  • Aniversário em setembro e outubro: 6 de dezembro
  • Aniversário em novembro e dezembro: 18 de dezembro

Estímulo à economia

Em 24 de julho, o governo anunciou a liberação de saques de até R$ 500 de contas ativas (referentes a contratos de trabalho atual) e inativas do FGTS. O limite é por conta. A projeção do governo era de que os saques do FGTS injetassem R$ 40 bilhões na economia até 2020, sendo que R$ 28 bilhões seriam para este ano e R$ 12 bilhões para o próximo ano.

Posteriormente, o banco anunciou que todos os recursos seriam liberados ainda este ano. "A estratégia adotada pela Caixa soma agilidade, eficiência e tecnologia", afirmou o presidente do banco, Pedro Guimarães, em comunicado. Segundo ele, a eficiência demonstrada pela Caixa "permite a antecipação do pagamento a todos os 96 milhões de trabalhadores até dezembro, possibilitando a injeção de cerca de R$ 40 bilhões na economia ainda este ano".

Quem tem direito ao saque de R$ 500 do FGTS?

Os contribuintes podem sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS. Um trabalhador com uma conta ativa e outra inativa, por exemplo, pode receber até R$ 1 mil. De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, 96 milhões de trabalhadores devem ser beneficiados.

Como consultar o saldo da conta no FGTS

É possível acessar o extrato do FGTS pelo site da Caixa e também pelo aplicativo, disponível para os sistemas operacionais Android, iOS e Windows. Confira como se cadastrar no app:

  • Clique em “Primeiro acesso”, na parte inferior da tela.
  • O aplicativo o direcionará à parte de “Contrato”. Aceite os termos de uso
  • Em seguida, será preciso informar seu  Número de Inscrição Social (NIS), que pode ser consultado nos extratos do FGTS, na carteira de trabalho ou Cartão do Cidadão
  • Insira seus dados pessoais, como nome completo, nome dos pais, data de nascimento, naturalidade, CPF, número da carteira de identidade e título de eleitor
  • Por fim, crie uma senha de acesso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.