Agenda carregada desafia investidor

Indicadores da economia dos EUA e depoimentos de Ben Bernanke no Congresso devem provocar intenso vaivém

Leandro Modé, O Estadao de S.Paulo

25 de fevereiro de 2008 | 00h00

Repleta de indicadores americanos e com dois depoimentos do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, no Congresso, a semana promete levar emoções aos mercados. Amanhã, será divulgado o Índice de Confiança de Consumidor relativo a fevereiro. Esse tipo de termômetro tem sido acompanhado de perto pelos analistas porque capta a disposição de gastar do cidadão americano. No futuro, essa disposição se traduz, ou não, em lucros das empresas. Na quarta-feira, Bernanke falará sobre política monetária e sobre as condições da economia ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes. No mesmo dia, será anunciado o resultado das vendas de imóveis novos nos EUA em janeiro. Na quinta, Bernanke fala de novo sobre o mesmo tema, mas no Senado. Na sexta, saem dados sobre os gastos pessoais dos americanos em janeiro. No Brasil, os analistas continuam atentos à inflação. Nesta semana, os destaques são o IPCA-15 de fevereiro, prévia do IPCA, o índice oficial de inflação, amanhã, e o IGP-M do mesmo mês, na quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.