Agora é com vocês, diz Draghi do BCE para os governos da zona do euro

O presidente do Banco Central Europeu, uma semana após anunciar uma nova rodada de medidas de estímulo, instou os governos a acompanharem os esforços do BCE para estimular o crescimento da enfraquecida zona do euro com investimentos e reformas estruturais.

REUTERS

11 de setembro de 2014 | 18h01

Um dia após o presidente eleito da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, anunciar sua equipe, Draghi disse que também pode ser útil ter uma discussão sobre a postura fiscal geral da zona do euro, com o objetivo de aumentar o investimento público quanto possível.

Draghi destacou que o BCE, que na quinta-feira passada cortou as taxas de juros a mínimas históricas e lançou um novo programa para injetar dinheiro na economia da zona do euro, não consegue sustentar o bloco monetário sozinho.

"Minha mensagem principal hoje é que só se as políticas monetária, fiscal e estrutural trabalharem juntas a zona do euro verá o investimento voltar", disse ele em discurso preparado para o Eurofi Financial Forum em Milão.

Draghi disse que o Conselho do BCE "está pronto para adotar novas medidas se necessário", mas dedicou boa parte de seu discurso a reforçar a importância do investimento.

Destacando que o investimento empresarial na zona do euro teve apenas leve melhora desde 2008, embora esteja acima do nível pré-crise nos EUA, Draghi acrescentou: "Não veremos uma recuperação sustentável a menos que isso mude".

"Um aumento decisivo do investimento é essencial para trazer a inflação para mais perto de onde queremos que ela esteja, para estimular a economia e para reduzir o desemprego", disse.

(Reportagem de Paul Carrel)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEURODRAGHI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.