bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Agricultores atacam possível estatização

Vinte e três entidades empresariais da Argentina publicaram ontem anúncios nos principais jornais do país para "rechaçar enfaticamente a possibilidade de que se estabeleça um sistema estatizado e monopolizado" no comércio de grãos. A iniciativa é uma reação à informação, ainda não confirmada oficialmente, de que o governo de Cristina Kirchner vai intervir na comercialização de grãos para neutralizar manobras especulativas e, assim, influir nos preços. A expectativa no país é de que a presidente fale sobre o assunto em um discurso hoje no Congresso, que marca a abertura do ano legislativo argentino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.