Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Agricultura teve mais demissões que contratações

A agropecuária foi o único setor que teve mais demissões do que contratações em agosto, segundo os dados do Caged. Na área rural, o saldo ficou negativo de 11,2 mil postos de trabalho formais.

Célia Froufe / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2010 | 00h00

De acordo com o ministro Carlos Lupi, o resultado reflete a sazonalidade da atividade, que está em entressafra, principalmente na Região Centro-Sul do País. "A queda já era esperada."

O setor de cana-de-açúcar apresentou criação líquida, já descontadas as demissões, de 2,5 mil postos em agosto, mas o café perdeu 22,1 mil vagas no mesmo período.

O desempenho da agricultura também foi o responsável pelo fato de o interior apresentar pela segunda vez este ano volume de contratações menor do que as grandes cidades. Em nove regiões metropolitanas, houve geração de 138 mil postos formais em agosto. No interior, a criação de empregos limitou-se a 95,5 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.