Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Agronegócio deve crescer 4,5% no ano

CNA calcula que setor vai movimentar R$ 564,4 bilhões

Fabíola Salvador, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2021 | 00h00

A colheita recorde de 131 milhões de toneladas de grãos na safra 2006/07, segundo os números finais da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e o aumento dos preços médios das commodities no mercado externo devem elevar em 4,5% o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio em 2007. O PIB deve somar R$ 564,4 bilhões, estimou ontem o superintendente-técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ricardo Cotta Ferreira. O cálculo foi feito pela CNA com base no resultado acumulado do primeiro semestre, quando o PIB do setor cresceu 2,03%. Apesar do resultado positivo, os técnicos detectaram em junho, pelo terceiro mês consecutivo, pequena queda no ritmo de expansão. O PIB apenas da agropecuária deve crescer 8% em 2007. Mas , apesar de expressivo, o incremento não deve significar aumento de renda para o produtor rural, disse Cotta. Segundo ele, um dos fatores que impede que os produtores se beneficiem do aumento é o endividamento. "A dívida come parte da renda", disse. Outro fator é o aumento dos custos de produção. Cotta avaliou que a alta recente nos preços dos principais produtos agrícolas permite o incremento no PIB, mas não beneficia a maioria dos produtores, que já vendeu praticamente toda a safra colhida em 2006/07."A saca de soja é vendida a R$ 40 no porto de Paranaguá, mas o produto não está mais com o produtor. A soja está nas mãos das tradings", ressaltou. Ele acredita que a renda no campo poderá começar a aumentar a partir do próximo ano, se os preços das principais commodities continuarem em alta. A CNA também confirmou ontem a previsão de faturamento de US$ 55 bilhões com as exportações de produtos agrícolas em 2007, crescimento de 11,3% em relação a 2006.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.