Agronegócio deve ter superávit recorde em 2007

O saldo da balança comercial do agronegócio deve fechar o ano em US$ 50 bilhões

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

13 de dezembro de 2007 | 16h26

O saldo da balança comercial do agronegócio deve fechar o ano em US$ 50 bilhões, cifra recorde, segundo projeções da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A previsão, se confirmada, representa aumento de 17% em relação ao saldo de 2006.A CNA projeta exportação do agronegócio de US$ 58,5 bilhões em 2007, o que corresponde a um aumento de 18,4% em relação à receita cambial de US$ 49,4 bilhões no ano passado. A importação também deve crescer, alcançando US$ 8,5 bilhões, resultado 26,9% superior ao total de 2006.PIBO Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio deve fechar o ano em R$ 569,9 bilhões, representando crescimento de 5,52% em relação ao resultado de R$ 540,06 bilhões de 2006. A projeção foi divulgada pela CNA, com base em levantamento feito em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP). No acumulado do ano até setembro, o PIB da agropecuária teve crescimento de 7,72%, o que reflete os bons resultados da safra agrícola no ano e o aumento da exportação e preços dos frangos e lácteos. ÁlcoolO assessor técnico da Comissão Nacional de Comércio Exterior, Antonio Donizete Beraldo, da CNA, afirmou que o setor sucroalcooleiro foi o único do agronegócio que apresentou redução no faturamento com exportação no acumulado do ano até novembro. Os embarques de açúcar e álcool renderam US$ 6,140 bilhões no período de janeiro a novembro deste ano, representando queda de 11,3% em relação ao faturamento de US$ 6,921 bilhões em igual período de 2006. A diferença, segundo ele, é resultado da queda dos preços do açúcar e do álcool no mercado externo.

Tudo o que sabemos sobre:
Agronegócio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.