AGU entra com recurso para derrubar a terceira liminar

A Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou recurso no Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, em Brasília, com o objetivo de derrubar a terceira liminar que suspende o leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte e garantir a continuidade e divulgação do resultado da licitação. O leilão de Belo Monte já foi realizado, mas o resultado só deverá ser divulgado depois que o governo conseguir cassar mais essa liminar, a terceira emitida pelo juiz federal Antonio Carlos Almeida Campelo, da subseção de Altamira (PA). O juiz atendeu a uma ação civil pública ajuizada pela Organização não-governamental (ONG) Amigos da Terra - Amazônia Brasileira e pela Associação de Defesa Etnoambiental - Kanindé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.