bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

AGU recorre de liminar contra leilão de rodovias

A Advocacia Geral da União (AGU) entrou ontem com recurso junto ao Tribunal Regional Federal (TRF) de Brasília para tentar derrubar a liminar concedida anteontem pela juíza Iolete Maria Fialho de Oliveira, da 16ª Vara Federal, que suspendeu o prazo para entrega das propostas pelas empresas interessadas em participar do leilão de sete trechos de rodovias federais.Por enquanto, o leilão continua marcado para o dia 9, terça-feira. Mas a avaliação dentro do governo é que, se a liminar não for derrubada, o leilão pode ser adiado, uma vez que a juíza não determinou uma nova data limite para a entrega de propostas. Pelo edital, os envelopes com as ofertas deveriam ser apresentados até amanhã.A juíza tomou a decisão de conceder a liminar a partir de um pedido apresentado pela empresa argentina Iecsa, que sustentou que precisava de mais tempo para preparar sua proposta, uma vez que o governo mudou o edital do leilão. Em outra ocasião, empresas também reclamaram quando o governo reduziu a taxa de retorno dos futuros investidores de 12,88% para 8,95%.O governo pretende entregar à iniciativa privada concessões para a operação de 2.600 quilômetros de rodovias federais. Entre as sete estradas que serão leiloadas estão a Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte, e a Régis Bittencourt, de São Paulo a Curitiba.

Leonardo Goy, O Estadao de S.Paulo

03 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.