finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

AIE: Brasil terá que investir US$ 500 bi em energia

O diretor da Agência Internacional de Energia (AIE), William Ramsay, disse que o Brasil terá que investir US$ 500 bilhões, até 2030, para garantir a produção de energia. Ele participou da abertura do "Networks of Expertise in Energy Technology", em Brasília, quando apresentou dados de um estudo feito antes do anúncio da descoberta da reserva de Tupi.Segundo ele, há uma preocupação com a capacidade de investimento. "Não nos preocupa a ausência de petróleo, nos preocupa as condições de investimento, que estão se deteriorando na prática", disse Ramsay, durante sua exposição.O ministro interino de Minas e Energia, Nelson Hubner, que também participou do seminário, disse que os investimentos para exploração em águas profundas, como é o caso de Tupi, são "altíssimos", mas ressaltou que a tecnologia se desenvolve rapidamente e, com isso, o custo cai."O primeiro furo que a Petrobras fez nesta área do pré-sal custou US$ 240 milhões e levou um ano para ser feito. Os últimos furos, ela (Petrobras) fez por US$ 60 milhões e levaram dois meses. Pode ser que daqui a pouco fará com menos tempo e a um custo muito mais baixo", afirmou. Ao ser questionado se a Petrobras tem esses recursos para a exploração, o ministro respondeu: "Por enquanto só está fazendo pesquisa".Com a descoberta de Tupi, o governo decidiu tirar do leilão, previsto para o fim do mês, 41 lotes de exploração que estão próximos da megarreserva. Hubner negou que haja a intenção do governo de colocar a exploração destes postos apenas nas mãos da Petrobras. "Não vi nenhuma autoridade do governo falando que nós estamos repensando isso para entregar para a Petrobras", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.