AIE: demanda por petróleo no ano é a menor desde 1993

A Agência Internacional de Energia (AIE) divulgou hoje um relatório em que afirma que a demanda mundial por petróleo deve registrar este ano a menor taxa de crescimento desde 1993, subindo 0,5% em 2008, ou 400 mil barris por dia, registrando a menor taxa de crescimento em 15 anos. A demanda total de 2008 deve atingir, em média, 86,51 milhões de barris por dia. Em 2009, a demanda deve subir 0,8%."Prevemos um enfraquecimento substancial na demanda após a diminuição nas estimativas de PIB (Produto Interno Bruto) diante dos atuais problemas econômicos", afirmou o editor do relatório mensal da agência, David Fyfe.ChinaO órgão manteve as previsões da demanda por petróleo da China, diante das incertezas sobre as importações do produto pelo país após as Olimpíadas. De acordo com a previsão da AIE a demanda chinesa em 2008 deve ser de 8 milhões de barris por dia, alta de 6% em comparação ao mesmo período do ano passado, enquanto para 2009 a demanda será de 8,4 milhões de barris por dia, alta de 5,2%,Apesar de grande parte do mercado estimar uma queda nas importações chinesas de petróleo a partir de setembro por causa do atraso na inauguração de refinarias e dos aumentos nos estoques do país, a AIE indica que o eventual declínio nas compras chinesas de petróleo da China pode ser resultado de um suposto corte nos subsídios do governo às importações. Em agosto, a AIE afirmou que a demanda aparente da China por petróleo cresceu 6,8% no ano, alimentada pela necessidade de oferecer combustível suficiente para o transporte durante os Jogos Olímpicos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.